ÁREAS DE ATUAÇÃO

CONTRATOS

Na celebração de um contrato escrito não são somente as condições contratuais combinadas que se vinculam.

Quando as partes agem de boa-fé, a parte pessoal e psicológica desta pessoa, mesmo no caso de pessoas jurídicas, se vincula com todo o estado democrático de direito e suas instituições. 

Quando um contrato é celebrado, três são os caminhos que definem sua sorte: Execução das obrigações de cada parte; Readaptação das condições contratuais visando o equilíbrio das forças contratadas; ou Judiciário/Arbitragem.

Redigir, assim, um contrato com condições equilibradas para todas as partes, prezando pela execução de suas obrigações pelas partes e não conflitos judiciais, exige uma relação muito próxima do advogado, do homem/mulher de negócios e entre as partes que estão contratando, já que o contrato deve refletir fielmente o que o negócio trata, bem como condições equânimes de obrigações entre as partes.

Por fim, o contratualista, além de conhecer muito bem o direito civil, deve conhecer também todas as outras divisões do direito, com uma visão completa dos negócios comerciais, industriais e de serviços que o rodeiam, aliado sempre ao conhecimento contábil do resultado de uma contratação.